Computador descobre dois novos planetas

Com o uso da inteligência artificial, foram detectados dois novos exoplanetas (planetas fora do Sistema Solar), anunciou em entrevista coletiva pela agência espacial americana Nasa na quinta-feira passada (14/12).

Para chegar a esse resultado, foram usados dados do Kepler, um telescópio espacial que já produziu imagens de cerca de 200 mil estrelas à procura de novos planetas em torno delas. Isso gerou uma base de dados com 14 bilhões de pontos, que se traduzem em cerca de 2 quadrilhões de possíveis órbitas de exoplanetas que precisam ser analisadas para confirmação.

É uma grande quantidade de informação mesmo para os computadores mais modernos. Uma parceria do Google com a Nasa foi firmada para tentar ajudar a resolver isso. Um conjunto de 15 mil sinais do Kepler foi cruzado usado para criar um modelo de computador capaz de distinguir o que de fato podem ser planetas -- e não manchas nas estrelas ou sistemas com duas estrelas.

Após ver que o modelo acertava em 96% das situações, a equipe resolveu mudar a atenção para 670 estrelas das quais já se sabia que tinham planetas ao seu redor. Assim, foram encontrados os dois exoplanetas até então desconhecidos: Kepler 80g e Kepler 90i.

Fonte: G1.

Unknown

Nenhum comentário:

Postar um comentário